A madeira lamelada não se dilata, as variações de humidade induzem pequenas variações dimensionais, as variações são desprezáveis.

Beleza natural. A agradável sensação de conforto que nos traz a madeira lamelada colada revelam um equilíbrio não comparável ao de nenhum outro material. Assim, os lamelados colados adaptam-se aos tempos modernos respeitando sempre todo o classicismo e nobreza da madeira.

Fiabilidade e durabilidade. O grau de corrosão em ambientes químicos, alcalinos ou ácidos e húmidos é mínimo. O estado de conservação das primeiras estruturas em lamelados colados, início do século XX, é um bom exemplo. Devido às suas características anti-corrosão, este material é muito utilizado em estruturas de piscinas.

Surpreendente estabilidade e comportamento ao fogo A segurança da madeira lamelada em caso de incêndio e superior à mesma estrutura executada em betão ou ação, uma vez que a madeira, embora combustível, tem uma velocidade de combustão perfeitamente determinada e lenta, e não sofre perdas sensíveis das suas características mecânicas sob a acção da temperatura. Inversamente, quer o betão, quer o ação, sob a acção de elevadas temperaturas sofrem enormes dilatações que originam rapidamente a ruína da estrutura.

Excelente poder de isolamento térmico, características anti-magnéticas e comportamento dielétrico. As madeiras empregues no fabrico dos lamelados colados possuem um baixo coeficiente de condutibilidade térmica ( 0,12 w/m2oC), evitando assim as pontes térmicas.